ADIADO resultado dos editais do Prêmio Décio Noviello de Artes Visuais e de Fotografia

18/05 - 30/06

Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537) e CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais (Av. Afonso Pena, 737) – Centro – Belo Horizonte

A Fundação Clóvis Salgado e a Associação Pró-Cultura e Promoção das Artes (APPA) informam que o resultado do Prêmio Décio Noviello de Artes Visuais e do Prêmio Décio Noviello de Fotografia da Fundação Clóvis Salgado foi adiado. A nova data de divulgação dos artistas premiados será informada assim que possível.

Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão de Seleção do Edital. Serão avaliados os portfólios dos inscritos e os projetos apresentados conforme os seguintes critérios: qualidade e contemporaneidade, relevância estética e conceitual, originalidade e ineditismo em Belo Horizonte e adequação ao espaço físico pretendido.

A atual edição marca a troca de nomes anunciada em 2019, na qual o Edital de Ocupação FCS de Artes Visuais e o Edital de Ocupação FCS de Fotografia passam a ser identificados como Prêmio Décio Noviello em homenagem ao artista mineiro falecido recentemente.

Serão selecionados dois projetos para o Palácio das Artes – galerias Arlinda Corrêa Lima e Genesco Murta, e dois projetos para a CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais. Trata-se de uma premiação nacional que estimula o fomento artístico e incentiva a circulação de artistas e obras contemporâneas.

Homenagem à Décio Noviello – A estreita relação que Décio Noviello manteve com a Fundação Clóvis Salgado ao longo dos anos se consolida com a renomeação dos Editais de Ocupação para Prêmio Décio Noviello. Desenhista, cenógrafo, figurinista, gravurista e pintor, Décio foi um importante nome da arte pop brasileira. Sua exposição Cor Opção ocupou a galeria Genesco Murta durante a programação do ArteMinas 2018 e foi a última mostra em vida do artista belo-horizontino. Durante a abertura, Décio reviveu o happening que compunha a mostra Do Corpo à Terra, que integrou a programação de inauguração do Palácio das Artes, em 1970. O artista também contribuiu como cenógrafo e figurinista para balés, óperas e peças teatrais produzidas pela FCS, além de outras mostras de artes plásticas.

Informações

Local

Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537) e CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais (Av. Afonso Pena, 737) – Centro – Belo Horizonte