Coleção Itaú Cultural | Narrativas em Processo

10/07

Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard | Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

O Instituto Itaú Cultural, em parceria com a Fundação Clóvis Salgado, traz à capital mineira a exposição Narrativas em Processo – Livros de Artista na Coleção Itaú Cultural. A mostra, que vai ocupar a Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard a partir de 10 de julho, apresenta um conjunto de 46 obras, que abarcam 84 anos de confecção deste tipo de livro por artistas brasileiros, na transição entre o moderno e o contemporâneo, e revelam como a participação e a invenção artística traçam fronteiras com a literatura e o design. A curadoria é de Felipe Scovino, com projeto expográfico de Marcus Vinícius Santos e idealização do núcleo de Artes Visuais do Itaú Cultural.

Narrativas em Processo já foi realizada em São Paulo, no Itaú Cultural; em Ribeirão Preto, no Instituto Figueiredo Ferraz; e em Curitiba, no Museu Oscar Niemeyer. Em cada cidade, a escolha e o recorte das obras e seções sofreu mudanças. No Palácio das Artes chega renovada, com foco nos artistas brasileiros que constam neste acervo e na transição entre o moderno e o contemporâneo, especialmente quando o formato do livro ultrapassa as fronteiras do seu formato físico e conceitual, expandindo o lugar da palavra para além da página.

Foto: Iara Venanzi

De acordo com Felipe Scovino, o recorte que chega ao Palácio das Artes apresenta diferentes possibilidades interpretativas para o visitante. “Acompanhando a criação de novos procedimentos para a concepção de livros de artista, a exposição constitui diversas relações para o leitor”, avalia Scovino. Uma delas é a pluralidade de ações não só com a literatura e as artes visuais, como também com o design, a política e em alguns momentos com a música. “Também se verifica uma leitura que não se esgota, que se desdobra redefinindo o papel do livro, do leitor e o do artista”, observa o curador.

Acesse o RELEASE na íntegra.

Sobre a Coleção Itaú Cultural – As peças desta exposição pertencem ao acervo do Banco Itaú, mantido e gerido pelo Itaú Cultural. Formado por recortes artísticos e culturais que abrangem da era pré-colombina à arte contemporânea, cobre a história da arte brasileira e importantes períodos da história de arte mundial.

Foto: Iara Venanzi

Atualmente formada por mais de 13 mil itens, a coleção reúne pinturas, gravuras, esculturas, fotografias, filmes, vídeos, instalações, edições raras de obras literárias, moedas, medalhas e outras peças. As obras ficam instaladas nos prédios administrativos, nas agências no Brasil e em escritórios no exterior.

 

VISITAS MEDIADAS

Com o propósito de ampliar a experiência estética de públicos diversos e difundir conceitos da arte e cultura contemporânea, a Fundação Clóvis Salgado oferece visitas mediadas às galerias do Palácio das Artes e CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais.

As Visitas Mediadas necessitam de agendamento, são gratuitas e acontecem de terça a sexta, às 9h30, 14h 19h, têm a duração aproximada de 1 hora e 30 minutos e são realizadas pelos professores da Escola de Artes Visuais do CEFART.

ASSESSORIA AO PROFESSOR E EDUCADOR

Oferecemos acompanhamento para professores e educadores como apoio ao planejamento da visita de grupos à exposição. A assessoria é gratuita e depende de agendamento prévio.

COMO AGENDAR? 

Os agendamentos para Visitas Mediadas e Assessoria ao Professor e Educador são realizados exclusivamente pelo e-mail agendamento.galerias@fcs.mg.gov.br.

 

Este evento tem correalização da APPA – Arte e Cultura. 

Informações

Local

Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard | Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

Classificação

Livre

Informações para o público

(31) 3236-7400