Objetivos

Créditos: Paulo Lacerda / ASCOM FCS

No dia 30 de maio, o Coral Lírico de Minas Gerais sobe ao palco do Grande Teatro do Palácio das Artes para uma edição especial da série Lírico em Concerto.

Sob regência da maestrina Lara Tanaka e com acompanhamento do pianista Fred Natalino, o concerto terá participação da Happy Feet Jazz Band e do grupo de dança BeHoppers, repetindo o sucesso da última edição do Lírico em Concerto. 

O repertório da apresentação inclui obras populares na temática do negro spiritual e do jazz. O spiritual surgiu nos EUA ainda durante o período de escravidão, como uma forma que os escravos encontraram de manter os cultos de sua religião. Essa música precede o jazz e é um dos "blocos fundamentais” para o desenvolvimento do popular estilo de música americana. Já o jazz, nasce da mistura de diversos estilos como o  próprio spiritual, o blues, o ragtime, as músicas de trabalho dos escravos, são alguns exemplos que ajudaram a formar este estilo que atualmente é tão apreciado por um seleto público e interpretado por grandes músicos como Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughan Wynton Marsalis, Oscar Peterson, Duke Ellington entre outros.

Programa

Abertura
Fred Natalino 

I Can Tell The World
Traditional Spiritual
Arranjo: Moses Hogan

Hit The Road Jack / Is You Is Or Is You Ain’t My Baby
Percy Mayfield / Louis Jordan
Arranjo: Fred Natalino

The Battle of Jericho
Traditional Spiritual
Arranjo: Moses Hogan (solo: Andreia de Paula)

I Can’t Stop Loving You
Don Gibson
Arranjo: Fred Natalino

Witness
Traditional Spiritual
Arranjo: Jack Halloran

Georgia On My Mind
Hoagy Carmichael e Stuart Gorrell
Arranjo: Fred Natalino

Wade in the Water

Tradicional Spiritual
Arranjo: Moses Hogan

Hold On
Traditional Spiritual
Arranjo: Moses Hogan (solo: Andreia de Paula)

Crapa Pelada - Quartetto Cetra

Dry Bones
Traditional Spiritual
Arranjo: Livingston Gearhart

Medley Jive
Arranjo: Fred Natalino

Just a Gigolo / I Ain’t Got Nobody
Irving Caesar / Spencer Willians
Arranjo: Fred Natalino

When the saints go marching in
Traditional Spiritual
Arranjo: Fred Natalino

 

 

Coral Lírico de Minas Gerais

O Coral Lírico de Minas Gerais é um dos raros grupos corais que possui programação artística permanente e interpreta repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Sua atual regente titular é Lara Tanaka. Participa da política de difusão do canto lírico promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, a partir da realização dos projetos Concertos no Parque, Lírico Sacro, Sarau Lírico, Lírico ao Meio-dia, Lírico em Concerto, além de integrar as temporadas de óperas realizadas pela FCS. O objetivo desse trabalho é fazer com que o público possa conhecer e fruir a música coral de qualidade. Também os concertos que o Grupo realiza em cidades do interior de Minas e capitais brasileiras contribuem para a democratização do acesso do público ao canto coral. As apresentações têm entrada gratuita ou preços populares. Já estiveram à frente do Coral Lírico de Minas Gerais os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Márcio Miranda Pontes e Lincoln Andrade. Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais é um dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado.

Lara Tanaka – Regente do Coral Lírico de Minas Gerais 

Nascida em Belo Horizonte, Lara Tanaka estudou piano no Conservatório Mineiro de Música e Regência na Escola de Música, instituições da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Estudou com Sérgio Magnani, Roberto Tibiriçá, Cláudio Ribeiro, Per Brevig (EUA), Mogens Dahl (Dinamarca) e Nelson Niremberg (EUA). Em 2000 regeu a ópera Le Nozze di Figaro, de W. A. Mozart, com a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFMG. Ministrou aulas de Regência no 33º Festival de Inverno da UFMG e, em 2001, dirigiu a oficina de coral infantil no Festival Nacional de Música de Câmara na Paraíba. Em 2003, gravou o CD Villa-Lobos e os Brinquedos de Roda, com o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes e o Grupo de Percussão da UFMG.A obra foi finalista do Prêmio TIM da Música de 2004, na categoria de melhor CD infantil. Em 2007, trabalhou na direção vocal do CD Os Cocos, também finalista do Prêmio TIM da música de 2007 nas categorias de melhor CD regional e melhor grupo regional. Atua como cravista continuísta em diversos grupos de música antiga e com as orquestras da Musicoop, Orquestra da Universidade Federal de Ouro Preto e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. De 2008 a 2012 atuou como cravista na Oficina de Música de Curitiba. Em 2013, foi pianista do Coral Ars Nova da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi regente titular do Coral Infantojuvenil Palácio das Artes de 2001 a 2015. É regente titular do Coral Lírico de Minas Gerais. 

BeHoppers

O lindy hop é uma dança surgida no final dos anos 1920, no Harlem, em Nova York. Unidos pela intenção divertida e contagiante de dançar, alguns entusiastas do lindy hop  criaram um grupo para promover a cena hopper e o swing jazz em Belo Horizonte: os BeHoppers, nome inspirado nas iniciais de sua cidade natal. Agregando cada vez mais pessoas e propagando o espírito de alegria desse estilo de dança, os BeHoppers estendem a todo mundo o convite para se tornar um hopper.

Happy Feet Jazz Band 

Com oito anos de estrada, a banda criada em BH se empenha em divulgar o repertório jazzístico: faz shows, promove anualmente o festival I Love Jazz, na Praça do Papa, e se apresenta em festas e casamentos. Formar público é missão prazerosa, diz Marcelo. A Happy Feet vem conquistando fãs com o jazz difundido nos EUA entre as décadas de 1930 a 1950. Em seu novo disco, o grupo destaca um subgênero do estilo: o jive. Trata-se de uma “ponte” entre o jazz e o rock. Os americanos Louis Jordan (1908-1975) e Louis Prima (1910-1978) foram dois expoentes do jive. A banda mineira também se dedica à música de Louis Armstrong, Nat King Cole, Bing Crosby, Ella Fitzgerald, Billie Holiday e Duke Ellington, entre outros.

Lei da meia-entrada: A Lei Federal nº 12.933/2013 dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artísticos culturais e esportivos. Clique e acesse o texto na íntegra

 

Data de início

30 de Maio de 2018

Data de término

30 de Maio de 2018

Endereço

Grande Teatro do Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537 Centro BH

Preço

R$20,00 INTEIRA | R$ 10,00 MEIA

Mais informações

COMPRAR INGRESSO

EVENTO
Lírico em Concerto

HORÁRIO
20h30

DURAÇÃO
1h

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO
(31) 3236-7400