Objetivos

 

De a de junho o Cine Humberto Mauro recebe as exibições da mostra Slow Food no filme, com sessões às 10h da manhã. 

A Mostra é uma realização do Levante Slow Food Brasil, Associação Slow Food do Brasil, IV ENA - Encontro Nacional de Agroecologia e Guará, contando com o apoio cultural da Fundação Clóvis Salgado, além de outros realizadores e parceiros em cada sessão. Todas elas serão gratuitas, com retirada de ingressos 30 min antes de cada sessão. 

O Slow Food no Filme desfruta da potência do audiovisual como ferramenta de transformação, buscando integrar importantes temáticas contemporâneas ligadas ao alimento e propondo diálogo estético entre a comida e o cinema.

 PROGRAMAÇÃO

01/06 SEX

10h SESSÃO DE ABERTURA | Tigers, de Danis Tanovic (IND-FRA, 2014) | 14 anos | 90’

Ayan, um representante comercial de medicamentos no Paquistão, decide enfrentar a corporação multinacional do segmento de saúde e bem-estar na qual ele trabalha quando descobre os efeitos catastróficos que uma fórmula para recém-nascidos causa em hospitais, chegando a matar centenas de bebês todos os dias.

Debate após sessão com:

- Cíntia Ribeiro Santos - Enfermeira Obstétrica e Coordenadora do Banco de Leite Humano Hospital Sofia Feldman. Avaliadora da Iniciativa Hospital Amigo da Criança pelo Ministério da Saúde. Mestranda em Gestão de serviços de saúde pela UFMG. Membro da @Rede IBFAN.

- Mariana Carvalho - Coordenadora-Geral de Educação Alimentar e Nutricional da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (CGEAN/SESAN), Ministério do Desenvolvimento Social - MDS Brasil. Representante da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA)

- Mediação: Marina Viana - bióloga, doutora em Ecologia e Recursos Naturais. Atua na área de sustentabilidade e resiliência de sistemas alimentares. Desenvolve projetos de extensão e educação relacionados à produção e consumo de alimentos e à alimentação escolar, com vistas ao desenvolvimento local de comunidades do Vale do Ribeira. Membro do Slow Food Brasil Educação

*Esta sessão conta, ainda, com a IBFAN Brasil como realizadora e Aliança Pela Alimentação Adequada e Saudável, Idec - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor como parceiros

 

02/06 SAB

10h Fortaleza do Pinhão da Serra Catarinense, de Felipe Tomazelli (BRA, 2018) | 5’ | Livre

Este curta documental apresenta um pouco da história da família Oliveira e da sua relação com o pinhão, semente da araucária, árvore característica do território e da cultura alimentar da Serra Catarinense. Esse filme foi realizado no âmbito do projeto Alimentos Bons, Limpos e Justos, uma parceria entre Slow Food Brasil, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC e Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário

Cultura de Engenho: Patrimônio e Resistência, de Sandra Alves (BRA, 2017) | 50’ | Livre

Florianópolis, 2016, uma produção urbana de mandioca atravessa o asfalto da rodovia até um engenho de farinha. Litoral do estado de Santa Catarina, comunidades fazem uso coletivo da terra para obter seu alimento físico e simbólico. O que mantém vivas tais práticas? O doc Cultura de Engenho: Patrimônio Cultural e Resistência retrata a força patrimonial dos Engenhos de Farinha de Mandioca de Santa Catarina através da fala de seus ilustres protagonistas, agricultores, artesãos, cozinheiras, comedores que não diferenciam identidade de sabor e trabalho. 

Debate após sessão com:

- Gabriella Pieron - mestra em Preservação do Patrimônio Cultural e roteirista do doc Cultura De Engenho. Ativista do Slow Food Brasil.

- Patrícia Moll - jornalista, co-diretora do vídeo Fortaleza do Pinhão da Serra Catarinense

- Ana Carolina Dionísio - representante da Rede Catarinense de Engenhos de Farinha/Cepagro.

- Mediação: Marco José de Abreu - mestre em agroecossistemas, membro do Slow Food e Vereador de Florianópolis (PSOL)

*Esta sessão conta, ainda, com o Projeto Alimentos Bons, Limpos e Justos, Trilha Mídia, Coentro Comunica e VAGALUZES FILMES como parceiros.

 

03/06 DOM

10h Martírio, de Vincent Carelli (BRA, 2016) | 162’ | 12 anos

O retorno ao princípio da grande marcha de retomada dos territórios sagrados Guarani Kaiowá através das filmagens de Vincent Carelli, que registrou o nascedouro do movimento na década de 1980. Vinte anos mais tarde, tomado pelos relatos de sucessivos massacres, Carelli busca as origens deste genocídio, um conflito de forças desproporcionais: a insurgência pacífica e obstinada dos despossuídos Guarani Kaiowá frente ao poderoso aparato do agronegócio.

Debate após a sessão com:

Célia Xacriabá - representante do povo Xacriabá, natural de MG

Tainá Marajoara

Mediação: Mayk Arruda

*Esta sessão conta, ainda, com Vídeo nas Aldeias como parceiro.

Data de início

01 de Junho de 2018

Data de término

03 de Junho de 2018

Endereço

Cine Humberto Mauro (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro)

Preço

Entrada Gratuita

Mais informações

EVENTO

Slow Food no filme | Mostra de Cinema e comida

DATA

1º a 3 de junho

ENTRADA GRATUITA


LOCAL

Cine Humberto Mauro

INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO

(31) 3236-7400, pelo link Fale Conosco no site www.fcs.mg.gov.br ou pelo Facebook em @fundacaoclovissalgado

Banner Rodapé Unimed
Banner Rodapé Vivo
Banner Rodapé Globo Minas