Objetivos

Créditos: Leo Aversa

ADRIANA CALCANHOTTO VOLTA À CIDADE COM O SHOW “A MULHER DO PAU BRASIL”

No dia 22 de novembro, Adriana Calcanhotto retorna ao palco do Grande Teatro do Palácio das Artes, onde estreou a turnê “A Mulher do Pau Brasil”, para única apresentação. 

Um show moderno e já instantaneamente antológico. A definição do crítico musical Mauro Ferreira traduz de modo certeiro o inquieto e reflexivo show “A Mulher do Pau Brasil”, que em sua estreia nacional no Palácio das Artes no inicio de agosto, com ingressos esgotados dias antes, impactou o público.

O show foi idealizado como ‘concerto-tese’, ou seja, uma conclusão da residência artística de Adriana Calcanhoto na Universidade de Coimbra, onde foi nomeada Embaixadora da Língua Portuguesa, no final de 2015. Assim como a turnê europeia, as apresentações em terras brasileiras vêm arrebatando um imenso e antenado público que se identifica com a verve modernista/tropicalista de Adriana Calcanhotto.

Centrado em dois distintos e nada explícitos eixos: Reflexão (dores pessoais) e Inquietação (dores coletivas), Adriana Calcanhotto  alinhava em um roteiro nada previsível canções autorais:A mulher do Pau Brasil,Vambora, Esquadros, Inverno  (parceria com Antonio Cícero), Eu vivo a sorrir  e Vamos comer Caetano, e  releituras/apropriações: O cu do mundo (Caetano Veloso), As Caravanas (Chico Buarque), Geleia Geral (Gilberto Gil), Nenhum futuro (João Bosco e Francisco Bosco) , Eu sou terrível (Roberto e Erasmo Carlos), Mortal loucura (José Miguel Wisnik – a partir de versos do poeta Gregório de Matos)  e Juízo final (Nelson Cavaquinho e Élcio Soares).

Na companhia dos músicos Bem Gil e Bruno Di Lullo, que se alternam na  guitarra, baixo, MPC, piano, baixo e percussão, e sob a cor predominantemente vermelha em todo o espetáculo - cenário (criado pela própria artista), figurino (Francisco Costa) e iluminação (Ivan Marques) -, Adriana Calcanhoto uma vez mais mergulha em um projeto que passa ao largo da previsibilidade, firmando-se como a mais  tropicalista cantora/compositora, pós Tropicália.

Créditos da foto: Leo Aversa

Lei da meia-entrada: A Lei Federal nº 12.933/2013 dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artísticos culturais e esportivos. Clique e acesse o texto na íntegra 

Data de início

22 de Novembro de 2018

Data de término

22 de Novembro de 2018

Endereço

Grande Teatro do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537, centro, BH)

Preço

- Plateia I: R$ 120,00 inteira R$ 60,00 meia-entrada | Plateia II: R$ 100,00 inteira R$ 50,00 meia-entrada | Superior: R$ 80,00 inteira R$ 40,00 meia-entrada

Mais informações

COMPRAR INGRESSOS

EVENTO

ADRIANA CALCANHOTO | A MULHER DO PAU BRASIL 

HORÁRIO

21h

DURAÇÃO DO EVENTO

1h15

CLASSIFICAÇÃO LIVRE 

INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO
(31) 3236-7400

Banner Rodapé Unimed
Banner Rodapé Vivo
Banner Rodapé Globo Minas