Em comemoração ao aniversário de 50 anos de Maio de 1968, a Fundação Clóvis Salgado, por meio da Gerência de Cinema, apresenta a Mostra e Seminário de cinema 68 e Depois, que será realizada de 30 de maio a 3 de junho. 

A mostra tem como interesse central de discussão o modo como o cinema elabora as imagens e as narrativas do passado e do presente e como os filmes produzem reflexão, engajamento e intervenção em nossa situação política contemporânea, assim como nos auxiliam no pensamento, na mobilização e na ação política efetiva. O evento é correalizado pelo grupo de pesquisa Indisciplinar (UFMG) e tem a curadoria de Natacha Rena e Pedro Rena.

No recorte proposto, as imagens que nos interpelam hoje apresentam levantes, resistências políticas e manifestações culturais ocorridos ao longo da segunda metade do século XX até o momento atual, como as insurgências estudantis e operárias do Maio de 68 francês, a Primavera de Praga, a Passeata dos Cem Mil no Brasil (No intenso agora, Morrer aos 30 anos, O fundo do ar é vermelho, Projeto 68); a resistência política contra a ditadura no Brasil (Retratos de identificação, Contestação, O Bravo Guerreiro); a greve dos operários no ABC paulista em 1978-9 (ABC da Greve); o tropicalismo na música, na literatura, na arte e no cinema durante a ditadura (Torquato Neto, Waly Salomão, Terra em Transe); e as manifestações populares no Brasil desde Junho de 2013 até o afastamento da ex-presidenta Dilma (Desde Junho, Ligia, Retrato N.1, Contra-Golpe, Operações de Garantia da Lei e da Ordem, Escolas em Luta). 

Para ampliar, matizar e colocar em perspectiva o contexto histórico tão complexo que pretendemos abordar, nosso objetivo com a mostra é promover um encontro entre realizadores/as, pesquisadores/as, e especialistas de diversas áreas do conhecimento (urbanismo, letras, história, filosofia, teatro, artes visuais, música e psicanálise), assim como proporcionar um ambiente de debate que coloque em contato diversos grupos de pesquisa e extensão da UFMG, com artistas, cineastas e ativistas: agentes que estão escrevendo,  desenhando e construindo a história do contemporânea do nosso país. 

Todas as sessões serão comentadas, com emissão de certificado de participação para os interessados. A entrada será gratuita com retirada de ingresso meia-hora antes das sessões.

Banner Rodapé Unimed
Banner Rodapé Vivo
Banner Rodapé Globo Minas