FachadaPL00303

A Fundação Clóvis Salgado tem empenho constante na produção, desenvolvimento, manutenção, aprimoramento, inovação e difusão da sua programação artística. Óperas, concertos, recitais, saraus, shows, peças teatrais, exposições, festivais, mostras de cinema, eventos temáticos gratuitos ou a preços populares possibilitam o acesso à arte e à cultura por um público cada vez mais qualificado, amplo e diversificado.

Fruto de constante processo de avaliação da programação oferecida ao público, a FCS transforma em programas permanentes aqueles que tiveram maior aceitação e adesão por seus frequentadores. A Fundação sustenta atualmente a continuidade de uma série de programas que envolvem as artes visuais, cinema, fotografia, ópera, música erudita e popular e formação de público

Arteminas

Tem como foco a formação de público, o reconhecimento e a divulgação da arte mineira. Artistas mineiros são então convidados para realizarem exposições nas galerias do Palácio das Artes, apresentando diferentes linguagens e propostas artísticas representativas de Minas Gerais. 

Edital de Ocupação de Artes Visuais da FCS

Sua periodicidade anual está consolidada no calendário das Artes Visuais no Brasil. Assim, a FCS contribui para a revelação e circulação de trabalhos de novos artistas, possibilitando a aproximação do público com a atual produção contemporânea. A cada edição, os artistas inscritos de todo o país são selecionados para realizarem exposições nas Galerias Arlinda Corrêa Lima, Genesco Murta e Mari’Stella Tristão. 

Edital de Ocupação de Fotografia da FCS

A FCS passou a realizar, a partir de 2016, o Edital de Ocupação de Fotografia que seleciona fotógrafos nacionais para fazerem exposições na CâmeraSete, consolidando a nova vocação que foi dada ao equipamento. Ao fazer um edital específico para fotografia, a Fundação estende a bem sucedida proposta do edital de artes visuais ao qual garantiu a periodicidade anual.

Itinerância de Artes Visuais

A inauguração da Galeria Mari’Stella Tristão com a exposição Recorte – Acervo Fundação Clóvis Salgado, em 2016, deu início a um projeto pioneiro em artes visuais voltado para o interior mineiro. O primeiro lugar a receber a exposição foi o Museu de Congonhas, que recebeu um público de 35 mil visitantes. De Congonhas o Recorte foi para Barbacena, sendo Cataguazes o seu próximo destino. A FCS fortalece, com esse programa, a política de território do Governo do Estado.

FestcurtasBH

O Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte visa difundir a produção de curtas-metragens, garantindo-lhes visibilidade nacional e internacional. Com 18 edições realizadas, figura como um dos mais importantes festivais mundiais da produção cinematográfica do segmento. Propondo discussões sobre a importância histórica e estética do curta-metragem, o FestcurtasBH é um momento único de troca entre público e realizadores, pela disponibilização de obras de difícil acesso e pela oportunidade de aproximação entre eles por meio de encontros, palestras, debates.  

Sinfônica Pop

 A Série Sinfônica Pop é uma iniciativa da Fundação Clóvis Salgado em que artistas da MPB são convidados pela Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Nessa ocasião, a OSMG mostra sua versatilidade e criatividade e proporciona ao público uma singular fruição da MPB. Grandes nomes da música brasileira se apresentaram no Sinfônica Pop como Wagner Tiso, Nana Caymmi, Zizi Possi, João Bosco, Gal Costa, Rosa Passos, Milton Nascimento, Lenine, Ivan Lins, Mônica Salmaso, Filipe Catto, Luiz Melodia, Elba Ramalho e Zé Miguel Wisnick.

Sinfônica ao Meio-Dia / Lírico ao Meio-Dia

O Sinfônica ao Meio-Dia e o Lírico ao Meio-Dia, apresentados quinzenalmente às terças-feiras, de forma alternada, pela Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e pelo Coral Lírico de Minas Gerais, são programas permanentes, gratuitos, da FCS. Em horário alternativo, os concertos apresentam obras da música erudita com participação de maestros, solistas, cantores e músicos de renome internacional. Seu formato é mais descontraído, existe uma interação maior entre plateia e artistas, criando um clima propício à formação e fruição da arte pelo público.   

Sinfônica em Concerto / Lírico em Concerto

O Sinfônica em Concerto e o Lírico em Concerto são as apresentações, na íntegra, dos programas parcialmente apresentados no dia anterior ao meio-dia no Grande Teatro do Palácio das Artes. São as apresentações de gala, das quartas-feiras, da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e do Coral Lírico de Minas Gerais, corpos artísticos estáveis da Fundação Clóvis Salgado. Tais concertos estão consolidados no calendário cultural da cidade. Além dos corpos artísticos, os concertos contam com a frequente participação de maestros, solistas ou cantores convidados. Com ingressos a preços populares, oferece ao público uma programação com a qualidade que ele merece.  

Concerto no Parque

Programa mantido pela FCS, conta com participação da OSMG e do CLMG apresentando ao ar livre, fora da sala de concerto, em ambiente informal no parque municipal, outra forma de acesso do público à música erudita. Os concertos ocorrem nos mesmos períodos das óperas e, por isso mesmo, contam com apresentações de trechos da ópera produzida naquela ocasião pela FCS. Sob a batuta de seus regentes titulares ou de maestros convidados, a Orquestra e o Coro se juntam a renomados solistas e músicos para proporcionarem momentos de rara beleza ao seu público.

Programa Bravo, Professor!

Professores da rede regular e de cursos livres de arte têm ingressos gratuitos para concertos com a OSMG e CLMG, e apresentações da Cia de Dança Palcio das Artes disponibilizados pelo programa Bravo, Professor!. O programa foi criado para articular Cultura e Educação, incentivando o acesso dos professores de escolas públicas e particulares, incluindo as universidades, ao universo da cultura.

Palco de Encontro

Programa da FCS que promove o encontro entre artistas da música mineira no palco do Grande Teatro do Palácio das Artes. Seu objetivo é promover apresentações diferenciadas da produção musical do estado, convidando instrumentistas, cantores, compositores para dividirem o palco e partilharem com o público essas parcerias, que acontecem em sua maioria pela primeira vez em suas carreiras. Participaram do primeiro encontro, o Coral Lírico de Minas Gerais, Toninho Horta, Aline Calixto, Celso Adolfo, Flávio Renegado, Marina Machado e Wilson Sideral, e do segundo - numa homenagem aos 100 anos de samba, Cartola e Wander Lee - sua filha Laura Catarina, Wagner Tiso e Sérgio Santos.

Prêmio de Estímulo ao Curta-Metragem de Baixo Orçamento – Realizado em parceria entre a FCS e o BDMG Cultural, visa incentivar a produção audiovisual em Minas Gerais ao oferecer aos realizadores a possibilidade de desenvolver novas propostas estéticas e conceituais que utilizem ferramentas tecnológicas de baixo custo e fácil acesso para sua produção. A premiação é destinada aos vencedores para viabilizar a realização das propostas selecionadas.  

Inverno das Artes

O Inverno das Artes é um evento cultural que, no mês de julho, ocupa as dependências do Palácio das Artes. Múltiplo, diverso, instigante, a cada ano promove atividades envolvendo música, literatura, cinema, artes visuais ou cênicas. O Inverno das Artes tem reunido artistas consagrados e jovens talentos, garantindo uma diferenciada programação de cunho predominantemente autoral e independente. Do primeiro, participaram Paulinho da Viola, Cida Moreira, Jards Macalé, Jorge Mautner e Felipe Catto; do segundo Cida Moreira & Felipe Catto, Arrigo Barnabé, Tom Zé, Celso Adolfo, Renato Motha & Patrícia Lobato, Projeto Miguilim (Cordisburgo), Duda Brack, Lineker, Simone Mazzer, Eduardo Dussek e o Coral Cidade dos Profetas, de Congonhas.

Banner Rodapé Unimed
Banner Rodapé Vivo
Banner Rodapé Globo Minas