Fundação Clóvis Salgado planeja retomada gradual do trabalho presencial

publicado por Thamiris Oliveira Rezende em 20 de outubro 2020

A Fundação Clóvis Salgado informa que vai retomar o trabalho presencial em seus espaços, de forma gradual. Com a inserção da região Central do estado na Onda Verde, pelo Plano Minas Consciente em 17/10, os Servidores já podem voltar às dependências físicas do Palácio das Artes tendo todas as medidas de segurança para a prevenção de contágio pela Covid-19 respeitadas.

O retorno irá contemplar, prioritariamente, os serviços que tiveram sua prestação impactada negativamente durante o regime especial de teletrabalho. Além disso, o percentual máximo de servidores que poderá retomar as atividades é de 20% da capacidade física dos espaços destinados a escritórios e a jornada de trabalho será ajustada de forma a evitar concentração de pessoas nos espaços comuns e nos horários de pico.

Uso de máscara e distância de segurança

A distribuição dos servidores em seus locais de trabalho seguirá o layout estabelecido pelo Centro de Operações Emergenciais (COES Minas Covid-19). O uso de máscaras de proteção é obrigatório em todos os espaços durante o período de permanência e os servidores deverão manter distância de segurança de 2 metros entre as pessoas, além de respeitar a indicação de capacidade máxima de todos os locais de uso comum. Os outros cuidados preventivos referentes à higienização das mãos; limpeza e desinfecção de objetos e superfícies tocados com frequência, a exemplo do telefone; e o não compartilhamento de objetos pessoais também continuam entre as prioridades para evitar a contaminação.

Prioridade para teletrabalho

Terá prioridade para a manutenção da realização de regime especial de teletrabalho, na retomada dos serviços presenciais, o servidor que possuir idade igual ou superior a 60 anos; for portador de condições clínicas de risco para desenvolvimento de complicações pela Covid-19; for gestante ou lactante; ou possuir filho ou dependente legal em idade escolar, até que as aulas presenciais nas escolas públicas e privadas sejam regularizadas.

A retomada das atividades presenciais na Fundação Clóvis Salgado ocorrerá no prazo de até quinze dias, a contar da data de publicação de Portaria específica. Os servidores convocados para o trabalho presencial serão comunicados pelos gestores de suas áreas e pela Diretoria de Recursos Humanos, que também ficarão responsáveis pelo esclarecimento de dúvidas.

As determinações seguem a Orientação de Serviço Seplag/Sugesp nº 05/2020, de 17 de setembro de 2020; e Resolução Secult nº 34, de 22 de setembro de 2020.