Nota de pesar | Bibi Ferreira

publicado por Henrique Correa em 13 de fevereiro 2019

A Fundação Clóvis Salgado lamenta profundamente o falecimento de Bibi Ferreira nesta quarta-feira, 13 de fevereiro. Cantora, compositora, atriz, diretora e produtora, Bibi foi um dos nomes mais emblemáticos do cenário artístico de nosso país. Grande diva do teatro musical brasileiro, ela deixa um dos legados mais admirados das artes cênicas.

A trajetória da artista passou por importantes momentos no Palácio das Artes. Em 1993, Bibi Ferreira gravou, com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, o disco Bibi Canta e Conta Piaf. Em 1999, a artista assinou a direção da ópera Carmen. Em 2013, voltava ao Grande Teatro do Palácio das Artes, ao lado da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, para a gravação do DVD do espetáculo Bibi – Histórias e Canções, um show emocionante composto por canções nacionais e internacionais.

A última apresentação de Bibi Ferreira no Palácio das Artes foi realizada em fevereiro de 2017, com o espetáculo 4X Bibi, quando interpretou Frank Sinatra, Carlos Gardel, Amália Marques e Edith Piaf. A artista anunciou o afastamento dos palcos em 2018, após 77 anos de uma belíssima trajetória.

O falecimento de Bibi Ferreira representa uma enorme perda para o cenário cultural do Brasil. A Fundação Clóvis Salgado manifesta suas condolências aos familiares e amigos e guarda em memória os momentos compartilhados com essa artista excepcional.

Fundação Clóvis Salgado

 

Fotos: Paulo Lacerda / ASCOM FCS