O Adeus a Moraes Moreira

publicado por Vitorugo Ferreira em 13 de abril 2020

Imagem: assessoria do artista

A Fundação Clóvis Salgado lamenta a perda de Moraes Moreira, artista que por diversas vezes se apresentou no palco do Grande Teatro Cemig Palácio das Artes, como no show emblemático que o artista realizou junto com seu filho Davi Moraes, em 2013. Ele cantou como poucos o swing e a cultura do Brasil.

Clássicos da música brasileira ficaram marcados na voz do músico, como “Brasil Pandeiro”, de Assis Valente, “O Samba da Minha Terra”, de Dorival Caymmi, “Preta Pretinha” e “Acabou Chorare”, parcerias dele com Luiz Galvão.

Cantor, violonista e compositor dos Novos Baianos, Moraes também fez história em sua carreira solo, sendo o primeiro cantor de trio elétrico do Brasil, tocando ao lado de Dodô e Osmar, na década de 70.

Moraes Moreira, que tinha 72 anos, faleceu hoje (13/04) em seu apartamento, no Rio de Janeiro. A Fundação Clóvis Salgado se solidariza com a dor de todos os amigos e familiares desse grande artista.