Árvores e arvoredos inspiram Mostra CHAMA!, do Cefart

01/06/21 - 31/12/21

Site da Fundação Clóvis Salgado | (www.fcs.mg.gov.br)

 

A Fundação Clóvis Salgado, por meio do Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais – Codemge – apresentam Mostra CHAMA! Corpos Arvoredos Plurais da Escola de Artes Visuais – Cefart/FCS.  Trata-se de um projeto pedagógico do Cefart que tem como objetivo possibilitar aos alunos a aplicação prática dos conteúdos estudados em sala de aula. A Mostra é composta por Exposição virtual, Catálogo eletrônico, Cartilha Educativa e Roda de Conversa. Todas as atividades acontecerão entre os dias 1º e 30 de junho de 2021.

“Grande Árvore Folharada”, 1985 – óleo sobre tela, de Carlos Wolney

Uma das principais atividades do projeto, a Exposição, será disponibilizada no Site da FCS e vai reunir quatro obras dos artistas Carlos Wolney, Frans Krajcberg e Mário Fraga, que integram o acervo da Fundação Clóvis Salgado. O público poderá conferir também vídeos, fotografias, fotoperformances e polípticos (várias obras em sequência), criadas pelos alunos e professores. Além disso, será disponibilizada uma obra em 3D, uma esfera tridimensional, onde será projetado um vídeo.

Os visitantes da exposição poderão vivenciar a experiência de caminhar pela galeria. Caso tenham óculos 3D ou amplificador de tela 3D para celular, terão ampliadas as experiências imersivas. Já o Catálogo e a Cartilha Educativa serão disponibilizados em formato PDF para o público em geral e Escolas.

O Governo de Minas Gerais / Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais – Codemge, apresentam Mostra CHAMA! Corpos Arvoredos Plurais da Escola de Artes Visuais – Cefart/FCS, que tem correalização da APPA – Arte e Cultura e patrocínio master da Cemig e Unimed-BHInstituto Unimed-BH¹, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

¹ O patrocínio da Unimed-BH e do Instituto Unimed-BH é viabilizado pelo incentivo de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores.

 

Meio Ambiente como tema central

 

A proposta curatorial elaborada pela artista  e professora convidada, Celina Lage, aborda o meio ambiente a partir do conceito “árvores e arvoredos” e propõe reflexões acerca de como os corpos se relacionam com eles.

“Ensaio para Árvore(Ser)” – 2021 – fotoperformance

De acordo com a curadora, o contexto gerado pela pandemia da Covid-19 influenciou tanto a definição do formato virtual da Mostra, como a escolha em abordar a crise mundial do clima e a promoção da agenda de preservação ambiental.

“Muito se falou sobre a melhoria da qualidade do ar, da diminuição da poluição nas cidades durante o lockdown e dos perigos que o desmatamento traz para o equilíbrio do meio-ambiente. É o caso, por exemplo, da possível contaminação de humanos em cidades, por um vírus supostamente advindo de morcegos selvagens. Oportunamente, a exposição CHAMA: Corpos Arvoredos Plurais aborda temas contemporâneos”, explica a curadora.

Celina Lage ressalta que, por meio da exposição, pretende-se estabelecer um diálogo com o Parque Municipal. “A ideia é promover maior contato e a percepção da natureza fazendo uma analogia com a moderníssima estratégia de biohacking* para melhoria da saúde e qualidade de vida, de modo que, ainda que as pessoas estejam isoladas em suas moradias, possam obter benefícios através de ações muito simples que promovam o bem-estar”, revela Celina Lage.

*O biohacking faz uma espécie de mapeamento do organismo para descobrir pontos falhos e melhorá-los, elevando a potência e a capacidade do indivíduo.

 

 

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

 

Para saber mais informações, clique no título de cada atividade:

APRESENTAÇÃO DO PROJETO EXPOGRÁFICO E OBRAS
PARA ACESSÁ-LA, CLIQUE AQUI.

CARTILHA EDUCATIVA
PARA ACESSÁ-LA, CLIQUE AQUI.

EXPOSIÇÃO MOSTRA CHAMA! CORPOS ARVOREDOS PLURAIS – CEFART/FCS
PARA ACESSAR O SITE DA MOSTRA, CLIQUE AQUI. 

RODA DE CONVERSA ENTRE PROFESSORES
PARA ASSISTIR AO VÍDEO, CLIQUE AQUI.

PASSEIO VIRTUAL EM 3D PELA MOSTRA CHAMA!
PARA ACESSAR, CLIQUE AQUI.

RODA DE CONVERSA – BREVE APRESENTAÇÃO DA MOSTRA CHAMA!
PARA ASSISTIR AO VÍDEO, CLIQUE AQUI.

CATÁLOGO ELETRÔNICO
PARA ACESSÁ-LO, CLIQUE AQUI.

 

 

CELINA LAGE / CURADORA – Celina Lage é uma artista transdisciplinar. A sua pesquisa artística caracteriza-se por preocupações com a contemporaneidade, intertemporalidade e releituras do passado. Suas obras refletem de forma peculiar sua paixão por palavras e imagens, letras, mecanismos poéticos e metalingüísticos. Participou de exposições e festivais na Nova Zelândia, Espanha, Grécia, Argentina, Inglaterra, Alemanha, Dinamarca e Brasil. Celina Lage (Belo Horizonte, 1972) é italiana e libanesa nascida no Brasil. É Professora de Curadoria e Arte Contemporânea da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Brasil. Colaborou de 2009 a 2012 no Programa de Pós-Graduação em Artes Aplicadas da Hellenic Open University, Grécia. Ph.D. em Literatura Comparada, Mestre em Teoria da Literatura e Bacharel em Filologia, com especialização em Grego e Latim. Pós-doutorado na National & Kapodistrian University of Athens e Athens School of Fine Arts (Grécia). Ex-bolsista da Fundação Alexander Onassis, Fundação Estadual de Bolsas de Estudo (Grécia) e CNPq (Brasil).

 

CHAMA – Mostra da Escola de Artes Visuais – Cefart/FCS – CHAMA é a mostra artística da Escola de Artes Visuais do Cefart, um projeto pedagógico caracterizado por incluir em sua programação atividades como: exposições, rodas de conversa, oficinas, ações de mediação cultural, propostas artísticas diversas como apresentações, saraus, performances e feiras de arte. O evento ocorre ao final de cada semestre, seguindo o calendário da Escola de Artes Visuais, integrando a programação de mostras artísticas do Cefart. O principal objetivo da CHAMA é possibilitar a aplicação prática por alunos dos conteúdos estudados em sala de aula, durante os cursos disponibilizados: Formação Continuada em Assistente de Produção Cultural, Curso Básico de Arte Educação, Curso Básico de Curadoria e Curso Básico de Expografia. A primeira mostra da Escola de Artes Visuais, ‘Sarau das Incertezas’, aconteceu em 2017, na sala Juvenal Dias. O nome CHAMA só passou a ser utilizado a partir da terceira versão do evento. Em 2021, a mostra completa a sua sexta edição, comemorando os cinco anos da Escola de Artes Visuais e os 50 anos do Palácio das Artes.

 

 

Informações

Local

Site da Fundação Clóvis Salgado | (www.fcs.mg.gov.br)