Exposição Vento Sul | Foto em Pauta

05/10 - 11/01

CâmeraSete | Casa da Fotografia de Minas Gerais | Av. Afonso Pena, 737, Centro

De 5 de outubro a 11 de janeiro, a Exposição Vento Sul, do projeto Foto em Pauta, ocupa a CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais.

Fotógrafos profissionais, iniciantes ou intermediários do Sul do país são os autores das imagens de Vento Sul, exposição que chega à Câmera Sete – Casa da Fotografia de Minas Gerais. Com curadoria de João Castilho e Pedro David, a mostra integrou, em março, a programação do 9º Festival de Fotografia de Tiradentes, reunindo obras de 31 artistas de Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Curitiba (PR). A partir da viagem pelas três cidades e encontros com mais de 100 artistas, os curadores selecionaram trabalhos que formam três eixos expográficos centrais, explorando a pintura, o intimismo e a paisagem. Esse evento tem correalização da Appa – Arte e Cultura.

A conexão entre o Festival de Fotografia de Tiradentes e a Fundação Clóvis Salgado já existe há cinco anos e, pela segunda vez, o projeto Foto em Pauta na Estrada é realizado em Belo Horizonte. Em 2018 a exposição Transoeste ocupou a Câmera Sete, resultado da viagem dos curadores pela região Centro-oeste do Brasil. Eugênio Sávio, organizador do Festival, conta que o evento chega à sua décima edição em março de 2020 consolidado como um dos mais importantes eventos de fotografia do país. “Ter a Fundação Clóvis Salgado como parceira é fundamental para que nosso trabalho circule entre o público belo-horizontino, o que nos incentiva para que o Festival não seja apenas um espaço para apresentar trabalhos prontos, mas também projetos que se expandem até mesmo geograficamente”, avalia o artista.

Ainda segundo Eugênio, a escolha pela região Sul partiu de um desejo de aproximação. “Entendemos esse processo como o resultado de uma visita de curadoria, de envolvimento e troca que traz uma mostra da produção da região, mas não como um retrato definitivo do que é a fotografia no Sul do Brasil atual”, explica o artista.

No próximo Festival de Tiradentes, que acontece de 18 a 22 de março de 2020, estarão em exposição imagens resultantes do atual projeto cuja curadoria está selecionando imagens da região Norte do Brasil.

O caminho até Vento Sul – Depois de chegar de carro até as cidades, o grupo realiza uma palestra em que o Foto em Pauta Na Estrada é apresentado, bem como o trabalho autoral de Eugênio Sávio, João Castilho e Pedro David. Em dois dias, a dupla de curadores se divide para conhecer os artistas interessados numa conversa particular. “Ao fim da viagem, que durou cerca de dez dias, tínhamos visto em torno de 100 portfólios de artistas que exploram todas as tendências da fotografia autoral”, conta João. A partir daí a dupla passa a selecionar as obras que vão integrar a exposição, buscando temáticas em comum, além de pensar na expografia de acordo com os espaços de Tiradentes e da CâmeraSete. “Somos artistas e, na viagem, exercitamos essa outra forma de produzir arte, que é criar sentido com a seleção do material de outras pessoas, utilizando nossa forma de ver o mundo”, avalia Pedro David.

Diferentes formas e processos fotográficos integram a seleção de Vento Sul, englobando imagens analógicas, digitais, artesanais e apropriações, incluindo fotografia mobile e vídeos. Segundo João, os próprios trabalhos revelaram, em conjunto, os três eixos que compõem a mostra. “Há tendências regionais que conseguimos notar, como no primeiro eixo, um grupo de artistas que tinha uma relação com a pintura em diferentes níveis, como na composição ou na técnica”, conta o curador, chamando atenção para imagens em que a figura humana pode estar muito pequena em relação ao todo como nas obras renascentistas. “Encontramos também obras com intervenções diretas de tinta por cima da imagem fotográfica, negativos ou em frames de filme Super 8”, observa.

Já o segundo eixo se dedica a trabalhos onde o artista é também personagem por meio de auto-retratos e fotos de núcleos de amigos ou família. “Trata-se de um grupo muito interessado na autobiografia, em questionar seu lugar no mundo, explorar suas relações pessoais e intimidade, mas que possui, também diferentes abordagens técnicas e estilísticas”, explicam os curadores. Por fim, o terceiro eixo é ligado ao aspecto regional da mostra, explorando fotografias de natureza e paisagem. “Encontramos trabalhos clássicos, com paisagens das montanhas, praias e lagos em preto e branco, até obras mais contemporâneas, com câmeras de plástico ou de uso instantâneo”, observa João.

Foto em Pauta – Com o objetivo de trazer para Belo Horizonte as figuras mais relevantes da produção fotográfica brasileira, o Foto em Pauta é uma iniciativa que acontece na capital mineira desde 2004 e fomenta o diálogo entre público e autores. Nos encontros, o público tem a chance não só de conhecer as obras de grandes fotógrafos, mas também conversar com os artistas, em debates abertos ao público. Depois de oito anos de sucesso do projeto Foto em Pauta, foi criado o Festival de Fotografia na cidade de Tiradentes, que acontece no primeiro semestre do ano, entre o Carnaval e a Semana Santa, e conta com atividades ministradas por grandes nomes da fotografia no Brasil e no mundo.

Este evento tem correalização da APPA – Arte e Cultura.

Informações

Local

CâmeraSete | Casa da Fotografia de Minas Gerais | Av. Afonso Pena, 737, Centro

Horário

Terça-feira a sábado |9h30 às 21h

Informações para o público

31 3236-7400