Sarau Lírico

10/09

Hall de entrada | Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

Em mais uma edição da série Sarau Lírico, no dia 10 de setembro, às 12h, o Coral Lírico de Minas Gerais interpreta composições do repertório sacro do século XX. Com regência do maestro convidado Hernán Sánchez e acompanhamento de Fred Natalino, o repertório da apresentação reúne grandes obras de Moses Hogan, Randall Thompson, Roberto Delgado e Mark Hayes.

O programa tem início com a obra Choose Something Like a Star, de Randall Thompson. A composição é inspirada no poema do norte-americano Robert Frost. No texto, o eu lírico interroga as estrelas impassíveis, a respeito de significados existenciais, em grau crescente de intensidade.

Randall Thompson usa uma escrita homofônica, em que todas as vozes se desenvolvem em um ritmo homogêneo de base, para realçar e revelar o aumento na veemência expressiva presentes no texto poético.

Em seguida, o CLMG interpreta Prayer of St Francis, obra compositor filipino Robert Delgado, e que é baseada na oração de São Francisco de Assis. O tradicional spiritual Swingin with the saints, de Mark Hayes, também está no repertório. A obra mistura as canções tradicionais Swing Low, Sweet Chariot e Oh, When the saints go marchin’in. A música traz, também, uma dose de soul, gospel e um pulso do jazz vigorosos e estimulantes.

Ainda no repertório, as obras Elijah Rock, em um arranjo rítmico e intenso, e I Can tell the world, com arranjos de Moses Hogan, considerado um dos principais arranjadores de Spirituals.

Coral Lírico de Minas Gerais –  O Coral Lírico de Minas Gerais é um dos raros grupos corais que possui programação artística permanente e interpreta repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Sua regente titular é Lara Tanaka. Participa da política de difusão do canto lírico promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, a partir da realização dos projetos Concertos no Parque, Lírico Sacro, Sarau ao Meio-Dia, Lírico ao Meio-dia, Lírico em Concerto, além de integrar as temporadas de óperas realizadas pela FCS. O objetivo desse trabalho é fazer com que o público possa conhecer e fruir a música coral de qualidade. Os concertos que o Coral realiza em cidades do interior de Minas e capitais brasileiras contribuem para a democratização do público ao canto coral. As apresentações têm entrada gratuita ou preços populares. Já estiveram à frente do Coral Lírico de Minas Gerais os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Márcio Miranda Pontes e Lincoln Andrade. Em 2019 o CLMG completa 40 anos e em 5 janeiro de 2019 recebeu o título de Patrimônio Histórico e Cultural de Minas Gerais.

Hernán Sánchez – Maestro Convidado – Natural de Buenos Aires, é professor nacional de dança folclórica argentina. Iniciou seus estudos de violão, canto e regência coral no Conservatório Alberto Ginastera, em Morón. Aperfeiçoou-se em direção coral com Antonio Russo, Roberto Saccente, Nestor Zadoff e Werner Pfaff. Estudou canto no Instituto Superior de Arte do Teatro Colón e Música Antiga no Conservatório Superior de Música “Manuel de Falla”, especialidade “Canto”. Desde 2009 dirige o coro ensino “Envozalta”, com o qual já realizou concertos sinfônicos e corais. É, também, coordenador de coros para a gestão operacional “Música para a Igualdade” do Ministerio de Educación del Gobierno de la Ciudad. Integrou o cordel de tenor do Coro Nacional Juvenil e os corais estáveis do Teatro Argentino de La Plata e do Teatro Colón. Participou como solista em diferentes óperas na Avenue Theater Company Juventus Lyrica: Falstaff, A Flauta Mágica, Madama Butterfly, Romeu e Julieta, e La Bohème. Para o Centro de Experimentação de Teatro Colón, participou das óperas Hin und Zurück e The Fairy Queen. Também participou como solista para o Teatro Colón em O Rapto do Serralho, Bebe Dom, Columbus Ring e Le Grand Macabre. Preparou óperas e concertos com Carlos Vieu, Guillermo Tesone, Salvatore Caputo, Carlos Calleja, Hernan Schvartzman e Antonio Russo. Para a Juventus Lyrica, dirigiu as óperas Lucia di Lammermoor, Barbeiro de Sevilha e Carmen. Também preparou o coro da instituição para as óperas Norma, La Traviata, Manon Lescaut, A Flauta Mágica, La Bohème e Cavalleria Rusticana. Atualmente é diretor do Coro Estável do Teatro Argentino de La Plata.

Fred Natalino – Pianista e arranjador. Mestre em Música pela UFMG (2015) e graduado em piano pela mesma instituição (2009), é também formado no curso técnico em piano pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro (2004). No Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (CEFAR) foi professor de Percepção Musical e pianista ensaiador dos cursos básico e profissionalizante de dança, além da Big Band Palácio das Artes e do Coral Infantojuvenil Palácio das Artes. Integra a Happy Feet Jazz Band e é pianista do Coral Lírico de Minas Gerais. Participa regularmente como arranjador e pianista da série de concertos Sinfônica Pop, da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, tendo trabalhado com Milton Nascimento, Ivan Lins, Elba Ramalho, Luiz Melodia, Gal Costa, José Miguel Wisnik, João Bosco, Rosa Passos, Filipe Catto e Lenine.

 

Programa

Choose Something Like a Star

Randall Thompson

 

Prayer of St. Francis

Robert Delgado

 

I Can Tell the World

Moses Hogan

 

Elijah Rock

Moses Hogan

 

Swingin’ With the Saints

Mark Hayes

Este evento tem correalização da APPA – Arte e Cultura. 

Informações

Local

Hall de entrada | Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

Horário

12h

Informações para o público

31 3236-7400