Artistas e comunidade de Conselheiro Lafaiete se reúnem no Palácio das Artes para homenagear a Viola de Queluz

10/10

Sala Juvenal Dias | Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

No dia 10 de outubro, quinta-feira, às 20h, a Sala Juvenal Dias recebe o espetáculo Viola de Queluz, em homenagem à cultura violeira.

Uma louvação à cultura mineira e sua poética do encontro. Assim será o espetáculo “Viola de Queluz”, que celebra um dos seus mais afetivos instrumentos que é a Viola de Queluz. Em torno desta herança cultural, a Liga Ecológica Santa Matilde (Lesma) produz um evento que une artistas, violeiros, poetas e cantadores de toda Minas Gerais para louvar a cultura violeira do estado e do Brasil.

O espetáculo, que integra a programação do ‘Setembro Verde’, contará ainda com homenagens, exposições de violas antigas e atuais e apresentações especiais da Folia de Reis Comunitária Luz de Minas e do Coral Lesma Poesia Social, ambos de Queluz de Minas, atual Conselheiro Lafaiete.

 A exposição das históricas Violas de Queluz e obras de luthiers queluzenses que resgatam a tradição e o modo de fazer do instrumento, será um espetáculo à parte. Vários violeiros, colecionadores e luthiers, tanto de Conselheiro Lafaiete, como Santana dos Montes, Congonhas e Belo Horizonte, vão expor suas violas.

Haverá também a exposição “Árvore da Vida”, uma peça construída a partir da técnica milenar da papietagem. A “Arvore da Vida” nasceu em oficinas coletivas realizadas na sede da Lesma, no bairro Santa Matilde, e contou com participação de jovens oficineiros e das recuperandas da APAC-Feminina de Lafaiete. O trabalho foi coordenado pelo artista baiano Marcelo Antônio dos Santos, conhecido como “Toninho Artesão”.

 Livro “Vila de Queluz” – O evento contará também com o lançamento do livro Vila de Queluz: Família Souza Salgado. Obra de Valter Braga de Souza, neto do lendário luthier e violeiro José de Souza Salgado, que ficou famoso por ter tocado para o Imperador D. Pedro II, em 1881, quando de sua passagem por Queluz. A obra, que foi produzida pela Lesma Editores, conta com a contribuição de pesquisadores de Conselheiro Lafaiete e cidades vizinhas.

Show “Viola de Queluz” – Ponto alto da programação, o show “Viola de Queluz” representará uma grande celebração da cultura violeira. Na oportunidade a cultura Lafaietense e regional será representada por meio do legado das Violas de Queluz. O show contará com participações de violeiros Lafaietenses e regionais e também de Belo Horizonte. Já confirmaram presença os violeiros Chico Lobo, Wilson Dias, Tuca Boelsums, Davi Tavares e Valter Braga de Souza, entre outros.

Informações

Local

Sala Juvenal Dias | Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte

Horário

20h

Duração

2h

Classificação

Livre

Informações para o público

31 3236-7400