Aula aberta Cefart | Processo Para Produção de Elenco

publicado por Gabriel Arcanjo em 3 de outubro 2019

A Fundação Clóvis Salgado promove por meio da Escola de Tecnologia da Cena do Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, a Aula Aberta “Processo Para Produção de Elenco”. Serão disponibilizadas 40 vagas, e as inscrições podem ser feitas até o dia 20 de outubro, pelo link informado. A aula acontecerá no dia 28 de outubro, na Sala do Coral Lírico. O evento é gratuito.

Acesse o link de inscrição.

Ministrado pelo cineasta Ricardo Alves Jr e a publicitária Marcella Jacques o curso aborda o processo de teste de elenco, o que é importante considerar em termos de postura e melhor resultado para atores e, apesar de ser um curso básico, contempla tanto alunos que buscam uma formação inicial como os que buscam uma certificação profissional. Levando em conta o aprendizado prático da cadeia de produção artística, o curso tem intuito de ser mais prático, de modo que a teoria esteja envolvida nos processos necessários para o aprendizado.

Marcella Jacques é formada em Comunicação Social, com habilitação em Publicidade e Propaganda. Trabalha no mercado audiovisual desde 2004, com grande experiência em direção de produção e produção executiva. Já participou de mais de 30 projetos, entre longas e curtas-metragens. É sócia de Juliana Antunes e Laura Godoy na produtora VENTURA, que tem como foco projetos de realizadoras e busca em seus trabalhos trazer notoriedade para o protagonismo feminino.

Ricardo Alves Jr. é diretor de cinema e teatro formando pela Universidade Del Cine. Seus curtas metragens foram selecionados para diversos festivais tais como: Berlinale, Semana na crítica do Festival de Cannes, Locarno, Oberhausen entre outros. Produziu e dirigiu seu primeiro longa “Elon não Acredita na Morte” que participou de diversos festivais entre eles Rotterdam, Macau, Durban e Bafici. É produtor do “Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos”, prêmio do Júri Un Certain Regard 2018 do festival de Cannes, e exibido em mais de 30 festivais ao redor do mundo. No teatro, dirigiu “Sarabanda”, “Cine Slpendid” e “Eclipse Solar”.

Este evento tem correalização da APPA – Arte e Cultura.