créditos: Paulo Lacerda / ASCOM FCS

A Fundação Clóvis Salgado realiza, entre os dias 9 e 19 de abril, o Ciclo de Palestras e Atividades, que antecede a temporada da ópera La Traviata, de Verdi, que será apresentada no Grande Teatro do Palácio das Artes, entre os dias 20 e 28 de abril.

A palestra de abertura foi feita pela Diretora de Produção Artística da FCS e Diretora de Produção da ópera La Traviata, Cláudia Malta, que abordou a importância da formação em produção artística. Segundo ela, no Brasil, todo artista acaba sendo também um produtor cultural. “Gosto muito de falar para o público das artes e, especialmente, para os alunos do Centro de Formação Artística e Tecnológica (CEFART). Eles têm um interesse muito grande em ampliar seus conhecimentos e também aprender sobre a área de produção. É muito importante disseminar a informação de como é produzir um evento artístico e as dificuldades que enfrentamos ao produzir cultura no país, pois todo artista, em um momento ou outro, atua como produtor, mesmo que seja do seu próprio trabalho. Acho que eles demandam, perguntam, participam e isso é muito gostoso”, ressalta.

Para Isabel Marques, aluna de produção em artes visuais do CEFART, assistir à palestra trouxe muitos esclarecimentos. “Aqui a gente viu tudo desde o início, o número de pessoas envolvidas, a questão de dinheiro, como funcionam os trâmites com o governo e como tudo é complicado. A gente vê um espetáculo maravilhoso, perfeito, mas não imaginamos o tanto de trabalho que dá para concretizá-lo”. Já a aluna de artes visuais do Cefart, Analieze Fernanda Ferreira, enfatiza que a palestra conseguiu atingir seu objetivo. “A Cláudia foi bem detalhista com relação ao trabalho de produção, até mesmo com a parte legal. É de extrema importância conhecermos todos os passos de uma produção e não somente a parte da execução, mas o planejamento todo da ópera”. 

CICLO DE PALESTRAS

O evento tem como objetivo a aproximação do público em torno da produção de uma ópera, com ampla abordagem histórica, técnica e artística. Dividida em módulos que tratam temas específicos, a atividade conta com a participação de profissionais responsáveis pelas montagens operísticas da FCS e convidados.

Para Cláudia Malta, o ciclo de palestras é uma oportunidade de aprofundamento em aspectos centrais de uma ópera. “A pessoa não está simplesmente na plateia vendo o espetáculo acontecer. Ela aprende cada detalhe daquela produção. No caso da minha palestra, informo como é a produção e a viabilização de cada setor. No decorrer do Ciclo, teremos a participação do Coral Lírico e da Orquestra Sinfônica, que vão falar sobre os ensaios dos corpos artísticos com os solistas. Depois vamos abordar a atuação da Companhia de Dança, entre outros assuntos. Nosso objetivo com esse projeto é enriquecer o conhecimento desse público que nos procura e que ama esse interessante gênero artístico que é a ópera”.   

Banner Rodapé Unimed
Banner Rodapé Vivo
Banner Rodapé Globo Minas